HOME          ABOUT          CONTACT          BROWSE THIS BLOG          SHOP

16/06/2014

TEN TIPS ON HOW TO MANAGE TIME



How to manage time... The long awaited post! (Sorry, only in Portuguese)

Como organizar o tempo... O post tão aguardado!


Este artigo surgiu porque muitas de vós me foram perguntando ao longo da evolução do blog - na verdade quase desde o seu início! - como conseguia gerir o meu tempo. Bem, a verdade é que entre manter o Miss Tangerine sozinha, estudar Medicina e ainda ter (muita!) vida para além disto... Tempo é coisa que não me sobra - daí que seja fundamental ter tudo sob controlo!

Nesta altura de exames nacionais e de faculdades, hoje partilho convosco algumas das minhas técnicas para que isto aconteça. Não são infalíveis, certamente não serão as melhores do mundo, mas são as minhas... E como tal espero que gostem de ler - e que corresponda às vossas expectativas! Comecemos...


1. Decidam-se e empenhem-se!

Não há nada que não se faça com força de vontade. Já sem ela, é tudo muito mais difícil! O primeiro passo para uma boa organização de tempo é, sem dúvida, querermos verdadeiramente fazer todas as tarefas e empenhar-mo-nos para que isso aconteça... Não vale estar na vida a meio gás!

Outra dica? Façam coisas que gostem. Bem, a resposta curta é: gostando muito de tudo o que faço - e quando se gosta do que se faz, é tudo mais fácil!


2. Tirem uns minutos para planear.

Fazer um plano por objectivos ou tarefas, seja de estudo, de dia de trabalho ou até de plano de férias é uma das melhores coisas para manter o tempo organizado. A maneira mais óbvia de fazer isto é com agendas, mas eu tenho a mania das organizações sob outra forma... Listas! Isso mesmo, faço listas para tudo e mais alguma coisa, desde compras a planos de estudo, passando por posts do blog e tarefas diárias. Escrevo-as num caderno ou em papéis soltos que trago sempre comigo para que quando me lembre de algo novo possa anotar - isto é muito importante, não "deixem para depois" senão provavelmente vão acabar por se esquecer! 

Não se esqueçam de ir deixando no plano espaço para tarefas que, por uma razão ou outra, deixaram por concluir - ninguém é perfeito, e assim ao se atrasarem nalguns pontos não altera o plano no geral!


3. Estabeleçam prioridades - ou seja, desliguem-se das distracções!

Querem mesmo mesmo fazer tudo o que precisam? Então o primeiro passo é desligarem-se do resto do mundo. Especialmente se estiverem a estudar/trabalhar, desliguem o telefone (ou pelo menos ponham em silêncio) ou pensem mesmo em colocá-lo longe de vocês para que as redes sociais não sejam uma ameaça constante.

Eu pessoalmente gosto de trabalhar em silêncio, pelo que a televisão e a música também estão sempre desligadas - mas este ponto é muito pessoal e depende de cada um! Experimentem de várias maneiras até encontrar a vossa. O computador também deveria estar desligado para fugir às mesmas distracções do telefone, mas às vezes isso não é possível por ser um instrumento de trabalho... Aí passa por vocês controlarem-se!


5. O que vos ajuda a concentrar?

Existem tantas maneiras de conseguir concentração como quantas personalidades de pessoas... Algumas das mais comuns são café, comida (a minha preferida! Mastigar ajuda-me imenso a concentrar!), música, etc... 

Se têm a sorte de não ter que trabalhar durante todo o dia, escolham a altura em que são mais produtivos para o fazer! A maioria das pessoas rende mais de manhã - por isso vençam a preguiça matinal, tomem um banho e sentem-se à secretária bem cedinho! Vão ficar espantados com a quantidade de coisas que conseguiram fazer pela hora de almoço! Para quem, como eu que nestas alturas estudo tarde, manhã e noite, não tem esta sorte, o truque é não desistir! Há sempre alturas críticas em que não nos apetece trabalhar - para mim é o pós-almoço - mas se persistirem no que estão a ler/escrever/o que seja vão ver que mais minuto menos minuto o cérebro acorda e de repente já estão a produzir!


6. Escolham um bom local para trabalhar.

Na minha opinião, devem sempre sair do quarto para trabalhar. E contra mim falo, que como tenho o computador no quarto passo muitas horas à minha secretária a trabalhar, quer para a faculdade quer para o blog... Mas, se possível, criem uma pequena distância entre onde trabalham e onde dormem - nem que seja na divisão ao lado! Outras boas opções são as bibliotecas e os cafés.

Vão ver que isto ajuda bastante a concentrar, na medida em que não têm a tentação subconsciente - e às vezes bem consciente - de ir dormir uma soneca em vez de trabalhar!


7. Descubram o vosso método.

Mais uma vez, cada pessoa é diferente. Uns retêm mais coisas a ler, outros a escrever, outros ainda a ouvir... Nenhuma é pior ou melhor que a anterior, mas devem encontrar o vosso método e não o largar nunca mais.

No meu caso, gosto muito de ler e escrever... É como melhor decoro as (muitas) coisas que tenho a saber. Algumas dicas gerais? Vão às aulas (sim, mesmo se forem às oito da manhã - e contra mim falo!) porque fica sempre alguma coisa, escrevam apontamentos (mas não cópias do livro! - reduzam mesmo o que lá está ao que consideram mais crucial), façam exercícios, estudem em grupo a falar sobre a matéria, etc. Um preferido meu - façam listas de revisões, ou seja, criem um documento apenas com palavras chave de conceitos que têm a saber de modo a que as revisões sejam mais rápidas (o que sabem, sabem - o que não sabem, vão estudar de novo!)


8. Façam pausas.

Pois bem, já foram muito produtivas e agora estão cansadas... Parem um pouco! As pausas são fundamentais, ajudam-nos a descomprimir um pouco e não são crime nenhum.

Mais uma vez, convém arejar um pouco e sair mesmo do local onde fisicamente estão a estudar. Vão à cozinha petiscar, vão ao bar tomar um café, vão à rua apanhar ar... Vale mesmo tudo, desde que possam descomprimir um pouco! As pausas entre estudo não devem durar muito mais que quinze ou vinte minutos, de modo a que também não comecem a divagar.

E uma rega: se estiverem acompanhadas de colegas, estão todos proibidos de falar do trabalho ou estudo durante as pausas!


9.  Dormir bem é fundamental!

Correndo o risco de soar uma mãe-galinha, dormir bem é mesmo importante. Se têm que fazer uma noitada particular para acabar um projecto é um caso excepcional, mas não tornem disto um hábito senão a produtividade que poderiam ter no dia a seguir estará comprometida pelo cansaço e bocejos constantes. Mais uma vez, devem procurar o vosso equilíbrio... Há quem durma seis horas por noite durante semanas e aguente bem, há quem preciso de nove invariavelmente!

Outra regra de ouro: não fazer noitadas antes dos exames. Podem funcionar em casos desesperados, mas são de uma maneira geral não valem a pena - em especial se estiverem bem preparadas! Mais vale ir dormir para no dia seguinte estar fresquinha do que ficar a revirar páginas já sem ler nada em concreto - e não é sempre isto que acontece quando tentamos estudar na véspera à noite?


10. E o maior incentivo para se ser produtivo... Recompensas!

As recompensas são uma óptima maneira de dar um incentivo extra ao estudo. Quer sejam a curto prazo, como idas ao cinema ou jantares fora quando se acaba algo, quer sejam a longo prazo, como a chegada das ansiadas férias de Verão ou até algo mais sério como a entrada na faculdade ou o fim do curso superior, as recompensas do nosso trabalho existem sempre e não as devemos perder de vista.

No fim, não há coisa mais recompensadora que o sentido de dever cumprido... A não ser, talvez, um belo dia de praia!


----------------------------------------------------

FOLLOW ME

      

4 comments:

  1. Muito simpático da sua parte partilhar todas essas dicas. Se um dia tiver um tempinho sugira também sítios em Lisboa que não as bibliotecas onde se possa estudar. Porque nem sempre apetece ficar fechada num biblioteca estudando. Tirando centro comercial não conheço outros locais de estudo. Sugestões aceitam-se!
    Continue com o seu blogue que é tão bom de visitar :)

    ReplyDelete
  2. Gostei das dicas. Eu nunca dispenso as minhas listas de tarefas :)

    Blog | Facebook | MEGA GIVEAWAY A DECORRER |

    ReplyDelete
  3. Um dos posts mais pedidos! ;) Obrigada, Mariana.

    ReplyDelete
  4. É mesmo bom definirmos aquilo que queremos fazer. Também sou assim. De listas, de anotar o que quer que seja.

    ReplyDelete